segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

SOFALA PROVINCIA DE MOÇAMBIQUE E QUE TEM A CIDADE DA BEIRA COMO CAPITAL CRESCEU 10%

"Economia



Sofala cresceu em 10 por cento


A PROVÍNCIA de Sofala alcançou uma produção global de 28 milhões de contos no ano de 2012 o que significa um crescimento em cerca de 10 por cento comparativamente ao ano económico de 2011. Maputo, Terça-Feira, 1 de Janeiro de 2013:: Notícias Segundo o governador daquela província, Félix Paulo, este crescimento é fruto dos esforços envidados pelo Executivo local, empresariado e pela população em geral, sobretudo no aumento da produção e da produtividade, construção de novas infra-estruturas públicas, mobilização de investimentos entre outras acções.Falando por ocasião do fim do ano, aquele governante também reconheceu que apesar deste crescimento, a província de Sofala ressentiu-se de situações de bolsas de fome nos distritos de Machanga, Búzi, Chibabava e Muanza, o que significa que a região terá de melhorar a capacidade de circulação dos produtos bem como o poder de aquisição das famílias das regiões afectadas.Apontou o sector das Pescas como tendo registado um aumento de produção piscícola e de número de barcos a pescar em mar aberto. Destacou a indústria e comércio como outros sectores que tivera um crescimento tendo entrado em funcionamento 13 novas unidades industriais nos ramos alimentar, bebidas, metalomecânica, oleaginoso, detergente e químico, plástico e de borracha. Assim, segundo o governante, a província passou a dispor de 160 unidades o que representa um amento na ordem de 8.8 por cento.Entraram, igualmente, em funcionamento 292 estabelecimentos comerciais, colocando a província com 1.976 estabelecimentos contra os anteriores 1.742, significando isto um crescimento de mais de 17 por cento.Nas exportações, Sofala arrecadou o valor de 216 milhões de dólares contra 180 alcançados no ano anterior, o que representa um aumento de cerca de 20 porcento, sobretudo nos sectores açucareiro, madeireiro, tubos galvanizados e produtos diversos. Na área de turismo, segundo o governador de Sofala, também houve um aumento de estabelecimentos turísticos criando assim maior capacidade para acomodação dos visitantes.Outro sector destacado foi o de trabalho. Nesta área, Félix Paulo disse que foram criados 25.373 postos de trabalho contra os anteriores 24.953 de 2011.
Enquanto isto, o sector Transportes e Comunicações destacou-se no aumento da frota de transportes rodoviários de mercadoria nacional e internacional, incluindo o serviço de manuseamento no Porto da Beira, o aumento da frota da produção do Pipeline e a expansão na utilização dos serviços de telefonia móvel. António Janeiro" Fonte Jornal NOTICIAS.

Sem comentários:

Enviar um comentário